Entrega Amigável de Veículos

Olá, leitores do Multimarcas BH!

Então você está com dúvidas e precisando de mais informações sobre a entrega amigável de veículos? Confira como funciona em detalhes nesta super publicação!

É muito comum uma pessoa passar por imprevistos e acabar ficando em dívida com uma financeira por atrasar algumas parcelas. E nem sempre este problema é temporário e acaba chegando à conclusão que deve ficar livre do financiamento para conseguir se recompor e ficar tranquilo novamente.

A primeira ideia é passar o veículo adiante, transferindo o financiamento para outra pessoa. Mas além de ainda estar financiado o veículo está com parcelas em atraso. Isso praticamente elimina as possibilidades de se fazer uma boa negociação.

Para tentar reverter a situação pode procurar a financeira e solicitar uma revisão de seu financiamento. Mas nem sempre isto será possível e por fim se vê num incômodo de estar com um veículo financiado em que não está tendo condições de pagar as prestações e nem de repassar para outra pessoa.

Como última alternativa pode procurar a financeira e verificar a possibilidade de realizar a entrega amigável de seu veículo. Nesta opção devolve a moto ou o carro e cancela o financiamento, podendo inclusive ficar livre das prestações que estão em atraso.

Porém, é fundamental analisar bem se esta é a melhor opção para você. Por mais que fique livre do financiamento é preciso considerar quanto já investiu no veículo (parcelas, acessórios, manutenções, impostos, etc.); além de entender como isto irá impactar quando desejar realizar novos financiamentos futuramente.

Entrega Amigável de Veículos

Como Funciona a Entrega Amigável

Normalmente após perceber que o financiado está tendo dificuldades para pagamento das parcelas e apresentando um histórico de atrasos, a financeira entra em contato com o mesmo para saber o que está acontecendo e se a situação é apenas temporária.

Sendo algo regular e permanecendo os atrasos, a financeira oferece o cancelamento do financiamento de modo amigável para que ambos (financeira e financiado) não tenham mais que se preocupar com os atrasos no financiamento.

O atrativo da entrega amigável é que a financeira resgata o veículo (que deve estar em boas condições) e o financiado não acumulará mais prestações e pode inclusive não ter que pagar as que estão em atraso.

Inicialmente a ideia da entrega amigável é interessante, mas é preciso avaliar alguns pontos, como iremos conferir.

Modalidades da Entrega Amigável

Existem dois tipos de proposta para realização da entrega amigável:

Quitação Parcial: nesta opção o financiado devolve o veículo, mas deve pagar as prestações que estão em atraso.

Quitação Total: opção em que o financiado devolve o veículo e não precisa pagar as prestações que estão em aberto.

Entregando o Veículo

Uma vez que financeira e financiado chegaram a um acordo sobre qual tipo de proposta irão fazer é feito o procedimento de entrega amigável do veículo.

  • Uma vistoria é feita pelo representante da financeira, num local marcado previamente, para verificar se o veículo está em bom estado.
  • Se estiver Ok, o financiado vai até um cartório com a documentação entregue pela financeira para fazer a formalização e assinatura do contrato de devolução ou transferência.
  • No caso da quitação parcial, o financiado recebe um boleto para quitação do que está em atraso.
  • Após alguns dias o veículo volta a ser de responsabilidade do banco ou financeira e o financiamento é cancelado.

Costuma ser bem simples e rápido, não havendo problemas no momento de entregar o seu veículo para a financeira.

Posso Receber Algum Tipo de Cobrança Após Realizar a Entrega?

Como visto, a entrega amigável pode ser feita com quitação total, onde fica livre do que está devendo; ou quitação parcial, onde deve pagar as parcelas atrasadas e algumas outras taxas dependendo do banco.

Fique atento no momento da negociação sobre a sua entrega amigável e leia com atenção o seu contrato para garantir que entendeu e que não terá mais problemas em relação às prestações e taxas.

É importante você saber o tipo de quitação da sua proposta, pois pode fazer diferença quando precisar financiar outro veículo, como veremos abaixo.

Posso Fazer um Novo Financiamento Após a Entrega Amigável?

Este ponto é muito importante, inclusive para tomar a decisão de fazer a entrega amigável de seu veículo ou não.

Muitos que fizeram a entrega depois passam por dificuldades, pois não conseguem crédito para financiar veículos posteriormente. O motivo chega a ser simples, mas muitas pessoas acabam se sentindo lesadas. Então vamos tentar dar um exemplo mostrando os dois tipos de quitação da entrega amigável para que você possa compreender a situação.

Quitação Parcial

A financeira aceita a devolução do veículo, mas é preciso que o financiado pague as prestações atrasadas, além de algumas taxas.

Nesta situação entendemos que a dívida realmente será quitada, uma vez que o que estava em atraso será pago. (A questão é que quem tem recursos para pagar o que está em atraso normalmente não vai querer devolver o veículo.)

Quitação Total

A financeira simplesmente abre mão do que você está devendo e não lhe cobra nada, anulando o financiamento mesmo sem o financiado pagar o que está em atraso.

Nesta situação entendemos que a dívida não foi realmente quitada, pois o que estava em atraso simplesmente foi perdoado pela financeira. Esta informação vai constar na sua ficha, influenciando no seu score de financiamento negativamente.

Fica claro que na segunda opção (de quitação total) o financiado teve uma vantagem bem maior, ficando livre de arcar com sua dívida. Porém, no momento de fazer um novo financiamento (futuramente) ele com certeza terá algum tipo de restrição e uma pontuação menor do que o financiado da primeira opção.

Inclusive, no caso de optar pela quitação total, quando precisar de algum tipo de serviço bancário, como limite de cartão de crédito e empréstimos, pode ter sua solicitação negada por conta deste histórico negativo.

O Incômodo da Entrega Amigável

Nos dois exemplos acima a restrição é retirada do CPF do financiado. Porém, esta entrega amigável irá constar por algum tempo na sua ficha e quando precisar fazer outro financiamento pode não ser aprovado.

Este é um dos pontos negativos de se fazer a entrega amigável, especialmente na segunda situação onde nem pagou o que estava em atraso. E como acreditamos que o fato de não termos restrições em nosso CPF é suficiente para ter um financiamento aprovado, começa a dor de cabeça.

Portanto é importante entender que a entrega amigável irá constar na sua ficha futuramente e quando precisar realizar um novo financiamento pode ser que não consiga a pontuação necessária para ser aprovado, principalmente se tiver pouco tempo que realizou a entrega amigável.

E se pensar bem faz sentido, pois a pessoa que realizou a entrega amigável hoje, dificilmente estará numa situação confortável daqui a 3 ou 6 meses. Então podemos dizer que se trata de uma precaução da instituição financeira para não ter problemas de novas inadimplências.

É importante ressaltar que todos nós temos um “histórico de financiamentos” e cada um terá uma pontuação ou credibilidade. E quem nunca teve problemas com parcelamentos está mais propenso a conseguir realizar novos financiamentos.

Já quem sempre passou por dificuldades na hora de pagar e inclusive chegou ao ponto de precisar devolver o veículo por falta de condições, com certeza terá uma dificuldade maior para conseguir aprovação.

Como Conseguir Crédito Após Fazer a Entrega Amigável

Se depois de algum tempo você teve algum tipo de financiamento ou serviço bancário reprovado (ou negado), mesmo de valores considerados baixos, é importante procurar a financeira que foi responsável pela entrega amigável e ver se existe a possibilidade de uma retratação ou maneira de melhorar sua pontuação.

No caso de quem optou pela quitação parcial (pagou as parcelas e taxas), talvez não exista necessariamente o que fazer, sendo obrigado a aguardar algum tempo para novas tentativas de financiamentos.

Já os que optaram pela quitação total (e realmente não pagaram sua dívida) pode ser o caso de pagar o que ficou de saldo. Daí entra em processo de aguardar a normalização ou liberação de sua ficha para realizar novos financiamentos.

Ação Revisional de Contratos

Antes de Pensar na Entrega Amigável: Faça Uma Ação Revisional

Uma ação revisional tem por objetivo revisar todas as cláusulas de um financiamento. E sua ideia principal é eliminar ou pelo menos reduzir o saldo devedor.

Para isto é solicitado modificações em valores das prestações, prazos e até mesmo sobre o que foi pago. Esta prática normalmente é realizada na revisão do financiamento, mas pode ser muito útil quando estiver considerando fazer uma entrega amigável, pois o princípio é revisar cláusulas. Desta forma, pode avaliar sua proposta para devolução do veículo e cancelamento do financiamento.

Pode ser interessante procurar por ajuda jurídica antes de fazer a devolução da entrega amigável. Principalmente porque, como vimos acima, a entrega amigável conta com alguns pontos negativos e que podem prejudicar o financiado futuramente.

Portanto, no caso de insegurança sobre seu contrato faça uma ação revisional e confira todas as cláusulas de sua proposta. Isto deve ser suficiente para que não tenha surpresas depois de realizar a entrega amigável.

Caso você ainda tenha dúvidas sobre como realizar uma entrega amigável, deixe um comentário. Isso é interessante inclusive para ajudar outros de nossos leitores que também podem estar com dúvidas sobre a prática da entrega amigável.

Avalie esta publicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.