Guia Sobre Pneus

Para a maioria dos motoristas ou pilotos os pneus só precisam estar calibrados e mais nada; e mesmo assim muitos só se lembram disso no momento de abastecer. Normalmente deixam de prestar atenção em outros detalhes, como o desgaste ou tipo de pneu em seu veículo.

Um dos objetivos deste guia é justamente ajudar aqueles que gostariam de entender mais sobre os modelos, características e o que fazer para não ter problemas com os pneus de seu carro ou sua moto.

Tipos de Pneus

Todo pneu possui as suas próprias características, que estão diretamente relacionadas ao seu desempenho.

Os pneus básicos são produzidos de modo a reduzir a possibilidade de derrapagens. Outros usam de tecnologia e vão além, conseguindo garantir uma determinada segurança mesmo em altas velocidades e temperaturas.

Estes últimos são os pneus de alta performance, geralmente encontrados nos modelos esportivos de veículos.

Agora vamos conferir quais são os tipos de pneus disponíveis e suas principais características.

Pneus Assimétricos

Os pneus assimétricos só possuem uma posição correta para instalação e por isso no próprio pneu apresentam as informações de lado (dentro e fora).

Para serem mais seguros, principalmente nas curvas, possuem o lado de fora mais reforçado (outra razão de estar indicado nas laterais dos pneus).

São voltados principalmente para modelos de carros esportivos, aguentando bem o calor ou a água.

Pneus Simétricos

São os mais comuns e podem ser identificados por possuírem os dois lados iguais a partir do meio ou banda de rodagem.

Entre suas vantagens, estão o preço mais reduzido e a possibilidade maior de fazer trocas, já que podem ser instalados em diferentes posições.

Pneus Direcionais

Também são considerados pneus simétricos, possuindo dois lados iguais a partir do centro ou banda de rodagem. A diferença é que estes modelos vão apresentar um desenho direcionando como uma espécie de “seta”. Sendo que o pneu deve rodar nessa direção para não ter problemas.

Já deu para entender um pouco mais sobre modelos de pneus, certo? Agora vamos falar um pouco sobre as dimensões e como é calculado o tamanho de um pneu.

Dimensões dos Pneus

Geralmente informada em polegadas, as dimensões são apresentadas através dos seguintes códigos:

Polegadas-Polegadas: marcação lateral L.LL-DD.

  • L.LL: é a medida da largura do pneu, em polegadas.
  • DD: é a medida do diâmetro da roda, em polegadas.

Milímetros/Percentagem-Polegadas: marcação lateral xxx/yy Rdd.

  • xxx: define a largura do pneu em milímetros.
  • yy: define a relação entre a altura e a largura do pneu, em porcentagem.
  • R: é uma letra que define o tipo de pneu (R=Radial).
  • dd: é o diâmetro da jante (Pt) / aro ou roda (Br) correspondente em polegadas.

Off-Road: marcação lateral AAxBB RCC.

  • AA: indica o diâmetro máximo do pneu, em polegadas.
  • BB: indica a largura máxima do pneu, em polegadas.
  • A: presença do R indica se tratar de pneu radial.
  • CC: indica o diâmetro da jante/roda.

Carga e Velocidade

Os códigos nos pneus também servem para informar qual a carga (na calibragem) e a velocidade máxima suportada.

Como já apresentamos os códigos para dimensão, vamos agora dar um exemplo de modelo e como pode facilmente identificar suas características.

  • O menor índice de carga para um pneu é 70, que suporta até 335 Kg por pneu.
  • O maior índice é de 100, e este pneu suporta até 800 Kg.

Uma vez que estão com a carga máxima, os pneus aguentam as seguintes velocidades máximas (conforme os códigos):

  • Q: 160 km/h.
  • R: 170 km/h.
  • S: 180 km/h.
  • T: 190 km/h.
  • H: 210 km/h.
  • VR: + 210 km/h.
  • V: 240 km/h.
  • ZR: + 240 km/h.
  • W: 270 km/h.
  • Y: 300 km/h.

Vida Útil dos Pneus

Esta talvez seja a grande dica desta publicação. Sendo que o desgaste dos pneus está principalmente relacionado ao modelo do veículo e o tipo de uso.

Confira sempre o alinhamento, pois um veículo desalinhado pode exigir mais de um dos lados; e também preste atenção na quantidade de peso que costuma transportar na parte da frente ou de atrás. Com estes passos é possível que tenha uma boa ideia do que fazer para que os pneus tenham uma vida útil maior, prolongando o momento de trocar.

Como nem sempre o desgaste será igual, pode considerar trocar apenas uma parte do seu jogo de pneus. Isto é válido desde que não se esqueça da segurança, principalmente se estiver planejando viajar, por exemplo.

Como dito no início, todo pneu possui suas características, então deve ficar atento e seguir as recomendações do fabricante de acordo com a capacidade do modelo. Fique atento sempre para garantir a durabilidade de seu jogo de pneus.

Pneus Para Motos

Todas as informações listadas são válidas para motocicletas; pois os princípios são os mesmos em relação a tudo – estabilidade, segurança, calibragem, capacidade, etc. Ou seja, basta seguir a mesma linha de recomendações que não terá problemas.

Guia Sobre Pneus

Bônus

Como última dica, não é recomendada a compra de pneus usados, recapados ou recauchutados; mesmo que você acredite que são seguros.

Pneus novos e de fábrica já podem passar por instabilidades, então os modelos que são aproveitados de alguma forma podem se tornar uma verdadeira cilada, mesmo em áreas rurais ou em locais onde irá rodar pouco.

A diferença de preço não costuma ser alta, portanto sempre dê preferência para comprar pneus novos, pois sua segurança será maior com certeza.

Por acaso curtiu o guia sobre pneus do Multimarcas BH? Então, por favor, deixe um comentário e participe de nosso conteúdo.

Avalie esta publicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.