Qual a Diferença Entre Veículos Seminovos e Veículos Usados?

É comum surgir dúvidas sobre as diferenças entre veículos seminovos e veículos usados. Isto acontece, pois nenhum dos dois é zero quilômetro ou simplesmente novo, o que pode deixar algumas pessoas confusas, inclusive na hora de classificar os próprios veículos.

A verdade é que não existe uma regra específica, mas existem alguns pontos que podem ajudar a identificar se um veículo é seminovo ou usado.

Qual a Diferença Entre Veículos Seminovos e Veículos Usados?

Veículos Seminovos

Por prática identificamos um veículo como seminovo aquele que:

  • Possui até dois anos.
  • Está em ótimas condições em termos de lataria e mecânica.
  • Está com quilometragem baixa.
  • E que somente teve apenas um dono.

Isto porque é complicado chamar de seminovo um veículo que esteja acima dos padrões citados acima. Por exemplo, mesmo que mal tenha sido ligado, um veículo que passa a maior parte do tempo na garagem pode se danificar, sofrendo inclusive depreciação de seu preço.

Se desejar que seu veículo seja considerado seminovo pode ficar atento e tomar alguns cuidados para prolongar esta classificação, como fazer manutenções periódicas e ter o máximo de cuidado com a lataria e mecânica.

Veículos Usados

Os veículos usados não são necessariamente aqueles que já possuem mais de dois anos; sendo que o que podemos dizer é apenas que a probabilidade de um veículo que não está nos padrões dos seminovos provavelmente é usado.

Mas não quer dizer que um veículo com apenas um ano não seja usado. Por exemplo, se usa o seu carro todos os dias e roda bastante (mesmo que não seja para trabalhar) está aumentando a possibilidade de depreciação e desgaste do veículo, que em menos de dois anos já não será mais um seminovo.

Enfim, como dito no início, não existe uma regra exata e sim uma prática de mercado que pode ajudar em caso de dúvidas sobre as condições de um veículo.

É bastante recomendado conferir os principais itens do veículo para avaliar a real condição do mesmo. E bom reforçar que o interior do veículo é tão importante como a parte externa!

O principal objetivo nesta publicação é saber quais são as diferenças entre os seminovos e usados; sendo que ao realizar uma negociação, de compra ou venda, entenda as principais características de cada um.

Mesmo que se trate de um veículo “de garagem” ou “de mulher”, não quer dizer que seja um veículo seminovo. E mesmo que o veículo já tenha alguns anos pode estar em excelente estado.

Outro ponto importante é que o valor de um veículo não está ligado à sua classificação. Um veículo antigo e original pode valer muito, até mais do que alguns que acabaram de sair de uma agência de veículos.

Este texto foi escrito baseado principalmente em carros, mas a lógica pode ser seguida para motos usadas ou seminovas. De qualquer forma, continue no Blog da Multimarcas BH para conferir dicas sobre financiamentos de veículos em Belo Horizonte.

Avalie esta publicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.